A cirurgia de mommy makeover é uma denominação para uma combinação de procedimentos, muitas vezes realizados em conjunto, em pacientes pós gestação. Após a gravidez, o corpo passa por uma série de alterações devido a esse processo maravilhoso de gerar uma nova vida. Quando essas modificações incomodam a paciente, existem alternativas para a melhora ou resolução dessas questões. Nem sempre é indicado um procedimento cirúrgico, ou mesmo a combinação que leva o nome de mommy makeover, e por isso é tão importante a consulta detalhada com o cirurgião plástico. É comum a paciente notar uma mudança nas mamas após a amamentação, com queda, excesso de pele e perda de volume, principalmente no polo superior.

Outras alterações possíveis são no abdomen, como a flacidez, o excesso de pele, estrias e a diástase do músculo reto abdominal. Essa última alteração, muito comum após as gestações, se constitui no afastamento dos dois músculos reto abdominais, criando uma “falha”na parede abdominal, o que leva a uma fraqueza e protrusão do abdômen (que pode se insinuar mais “para frente”). Algumas vezes, devido a mudança de acúmulo gorduroso pós gestação, a mulher pode notar algumas regiões com aumento de gordura localizada.

Portanto, a união das cirurgias que contemplam as alterações citadas e que ganhou o nome de mommy makeover, principalmente nos Estados Unidos, é a mamoplastia associada à lipoabdominoplastia. Nem sempre todos os procedimentos são indicados ou, mais importante, desejados pela paciente. Cada caso deve ser avaliado em todos os seus aspectos, considerando os desejos, mudanças individuais e características de cada paciente.

E, mesmo que haja indicação e desejo por todas essas intervenções, é preciso avaliar se há segurança em realizá-los em um mesmo tempo cirúrgico, a depender de cada caso.

Dra. Sheila Mulatti – Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica