O seu olhar pode falar mais alto do que a sua voz.

A rotina corrida, o estresse, noites mal dormidas, além de todo o processo envolvido na genética e no decorrer do envelhecimento são fatores prejudiciais para a aparência do olhar, que com o tempo fica desanimado e cansado por conta das incômodas olheiras e outros sinais do tempo.

Alguma alternativas para o Rejuvenescimento do Olhar são os Preenchimentos realizados com Ácido Hialurônico, substância reabsorvível e totalmente segura. 

Preenchimento de Olheiras 

As olheiras tem o componente do sulco palpebral, que causa uma sombra na região; esse fator é corrigido ou suavizado pelo preenchimento. Além disso, pode ocorrer um escurecimento da pele palpebral por manchas ou pelo surgimento de vasinhos. Para essa segunda causa, pode ser associado o uso do laser.

Minimamente invasivo, o Preenchimento de Olheiras restaura o volume da região, clareando e promovendo o olhar descansado, mais jovem e animado.

Preenchimento da Têmpora e sua Influência no Rejuvenescimento do Olhar

Uma das etapas do envelhecimento é a perda de compartimentos de gordura em algumas regiões, e a das têmporas está entre elas. Essa perda confere um aspecto de “afundamento” para as laterais do rosto, deixando os traços desproporcionais e potencializando o visual mais cansado, o chamado Esqueletização Facial.

O Preenchimento Temporal valoriza além da região das têmporas, refinando traços das regiões das sobrancelhas e do terço médio facial. Cada característica do nosso rosto está conectada a outra. O tratamento devolve o volume para a região, reduz o aspecto de face caída e melhora a autoestima do paciente.

Resultados do Rejuvenescimento do Olhar

A durabilidade do procedimento pode variar entre 1 a 2 anos, a depender do organismo do paciente. Esse detalhe deve ser conversado com o cirurgião responsável pela aplicação. Os resultados devem priorizar a naturalidade, sem doses exacerbadas para que traços fundamentais não sejam defasados.

Para um bom resultado, consulte um especialista registrado na Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica